Conheça uma pousada vegana e pet friendly em praia catarinense

rosa verde 3

Localizada à 2.000 metros da Praia do Rosa em Santa Catarina, a Pousada Rosa Verde foi idealizada pelo casal proprietário com a proposta de um ambiente familiar, amigável e acolhedor.

A Praia do Rosa está na lista das 30 baías mais belas do mundo! E em 11° das praias mais belas do Brasil, segundo o TripAdvisor. Visitada por pessoas de todas as idades, o point dos surfistas também é refúgio da Baleia Franca no inverno. De agosto à novembro este paraíso foi eleito o berçário natural das baleias, que vêm alimentar seus filhotes nos primeiros meses de vida para depois sairem para viagens mais longas.

praia do rosa sc vegan

Praia do rosa Fonte: vidaeestilo.terra.com.br

Próximo à Praia do Rosa também tem-se acesso à trilhas, lagoas e cachoeiras.

Aliada à esses atrativos naturais a pousada tem uma política de sustentabilidade, respeitando o meio ambiente de maneira integral, oferecendo uma alimentação 100% vegetal (vegana), preparada com muito amor. Além disso, os apartamentos disponíveis são completos para que os hóspedes também possam preparar e  realizar suas refeições se assim desejarem.

rosa verde 2

E para quem achava que não podia ficar melhor, a pousada ainda é Pet Friendly! Ou seja, os animais não-humanos da família também são bem-vindos!

Para quem ficou com muita vontade de correr pra Santa Catarina e se hospedar lá (nós estamos!), veja mais informações no site deles: http://www.rosaverde.com.br/

Anúncios

Novo selo ‘pet friendly’ certifica hotéis que recebem bem os animais

O Brasil ganhou um novo selo que certifica hotéis e pousadas com serviços para animais que viajam com seus tutores.
 .
A certificação foi criada no fim de 2012 pelo Portal Turismo 4 Patas, que desenvolve conteúdo especializado em viagens com animais e organiza passeios de ecoturismo para cães e seus tutores.
 .
Segundo Larissa Rios, idealizadora do portal e do selo, o “Sistema de Classificação de Meios de Hospedagem Pet Friendly” é o primeiro do tipo no Brasil. “Ele foca na avaliação exclusivamente de serviços e estruturas voltados para animais. Não vemos o luxo, a qualidade da roupa de cama, nada que seja restrito aos humanos”, afirma.
 .
O hotel ou a pousada que quiserem receber a certificação precisam pagar uma taxa e atender a alguns requisitos, desenvolvidos com a ajuda de viajantes que costumam levar seus animais em viagens.
 .
Entre os critérios estão a presença de lixeiras exclusivas para as fezes dos bichos e de bebedouros com água fresca para os animais, a possibilidade de dormir no quarto com o tutor, a existência de convênios com pet shops e veterinários e a receptividade em geral.
 .
“Existe uma grande diferença entre aceitar animais e ser ‘pet friendly’. Tem lugares que aceitam, mas o cachorro tem que andar no colo o tempo todo. Já outros vão além: oferecem kit hospedagem com petiscos, tapete higiênicos e mantinha ou têm espaços para que o tutor possa fazer as refeições acompanhado do cachorro, por exemplo”, diz Larissa.
 .
Os requisitos podem ser obrigatórios ou eletivos, dependendo do nível de classificação pretendido pelo estabelecimento: Standard, Premium ou Super Premium. Um avaliador é enviado ao local para checar se todos os serviços são oferecidos.
 .
Se o estabelecimento for aprovado, ele recebe um manual de hospedagem, com orientações sobre  cachorros e procedimentos ideais, treinamento especial para os funcionários e um pacote de divulgação no site Turismo 4 Patas.
 .
Para Larissa, a opção de hospedagem “pet friendly” no Brasil não é tão ampla quanto em outros países, mas está aumentando. Há cinco anos, no sistema de busca de seu site, havia 300 estabelecimentos que aceitavam animais cadastrados. Hoje, são 1.000.
 .
“Antes muitos lugares até aceitavam bichos, mas não queriam divulgar, porque achavam que poderia afugentar os hóspedes que vão sem animais. Mas agora isso está mudando. Alguns proprietários perceberam que é uma fatia de mercado que está crescendo, e que muita gente deixa de ir a um hotel quando não aceita animais”, afirma.
 .
Esse site internacional PetsWelcome também tem dicas de viagem com animais e hotéis pet friendly.
 .
E lembre-se, nunca compre, adote. E adote por amor, não por raça. Animais não são produtos. E nem brinquedos, .portanto, o que eles precisam não são roupões e luxo, mas estarem perto de você.

Fonte: Agência de Notícias de Direitos Animais – Anda News.