Confira 5 hambúrgueres veganos sem soja pelo Brasil

Nesse post vamos sugerir para vocês, cinco hambúrgueres veganos que já nos salvaram da fome durante as nossas viagens no Vegetariando Por Aí. Há sete anos atrás, era uma raridade encontrar um hamburgão vegano. Hoje eles se proliferam por aí, e nós nunca negamos de experimentar, pois a variedade de gostos é enorme. Aqui queremos mostrar que os hambúrgueres além de poderem ir além da carne, podem ir além da soja texturizada (a PTS) também, aguçando a curiosidade e o paladar. Cada um desses é uma delícia!!!
 
Agora vem ver e babar! Ah, eles não estão em ordem de preferência.

1. Hambúrguer de beterraba e feijão em Curitiba

Com cheddar vegetal da Tofuty. Foto: Guilherme Pinguim

Saiba onde aqui.

2. Hambúrguer de cogumelos no Rio de Janeiro

Saiba onde aqui.

3. Hambúrguer de tofu defumado em São Paulo

Saiba onde aqui.

4. Hambúrguer de berinjela em Belém do Pará

Saiba onde aqui.

5. Hambúrguer de grãos no Rio de Janeiro

Preparado com lentilhas, nozes, cenoura, abobrinha e gergelim.

Saiba onde aqui.

Gostou? Ficou com fome? Você tem um sabor predileto ou algum outro lugar com burguer vegano para indicar aqui pra galera? Compartilha com a gente nos comentários.

Fotos: Vegetariando Por Ai
Escrito por: Vegetariando Por Ai

Anúncios

Conheça os 10 destinos mais vegetarianos do Brasil

O Vegetariando Por Aí listou os destinos mais veganos do Brasil para quem está de viagem, com base na oferta de estabelecimentos vegetarianos do Guia de Restaurantes 2014 da Revista Vegetarianos. As informações numéricas sobre estabelecimentos são de acordo com as cadastradas no site Happy Cow. Veja se o seu destino está na lista ou se algum te inspira. Se a sua cidade não está na lista, que tal mobilizar uma cooperativa vegana ou enviar dicas de pratos vegetarianos para alguns restaurantes e lanchonetes? Mesmo os que estão na lista, tem como base o Brasil que ainda tem muito o que crescer em relação a veganismo. Isso depende de cada um de nós. Compare aqui com os 10 mundiais.

Então vem ver:

1. São Paulo

A cidade possui oito doze restaurantes veganos e no total aproximadamente setenta lugares onde vegetarianos e veganos encontram algo elaborado para comer. São Paulo é a cidade mais vegetariana do Brasil e da América Latina.

Veja nossas descobertas  veganas de quando viajamos a São Paulo em 2013.

Pizza vegana (com queijo vegetal) do Lar Vegetariano Vegan. Foto: Laura Vegan

2. Rio de Janeiro

Pode não parecer, mas o Rio de Janeiro possui oito dez restaurantes veganos, concentrados no centro e zona sul da cidade. No entanto, um total de mais de 30 lugares com opções vegetarianas e veganas no cardápio. No Rio, o que mais temos carência são opções para a noite. O legal é que há muitos lugares orgânicos e que fazem pratos tipicamente brasileiros em versões veganas. Mas também se encontra muitos hamburgueres, sushis e indianos.

Veja nossas descobertas  veganas no Rio de Janeiro.

Feijoada vegana e caipirinha de gengibre no Vegetariano Social Club no Leblon.

3. Curitiba

Curitiba tem dois restaurantes veganos (Balarama e Semente de Girassol), além de um pub vegano ( Joaquim Pub ❤ ) e mais de vinte lugares com opções no cardápio. De cantina italiana, lojinha, bar de rock a carrocinha de hot dog na rua. Tem muitas opções para a noite. É possivelmente a cidade brasileira que mais cresce no vegetarianismo, junto com São Paulo e Porto Alegre.
Veja nossas descobertas  veganas de quando viajamos a Curitiba em 2012.
Sanduíche com glutadela no Semente de Girassol.

4. Porto Alegre

A cidade tem quatro sete estabelecimentos veganos e aproximadamente 25 lugares com opções no cardápio. Conhecer o Bonobo Cafe está em nossa lista. O Tiago já foi ao La Rouge Bistro e ao fast food vegano B Burguer e gostou muito! É muito interessante a diversidade da oferta e com qualidade.

Espetinhos de glúten com vegetais. Foto: Bonobo Cafe Vegano

5. Brasília

Sem restaurante vegano (infelizmente o Café Corbucci fechou) O único restaurante vegano é o Faz Bem Casa Vegana (lanchonete e hortifruti), mas tem uma confeitaria vegana, a Cannelle, inaugurada em dezembro de 2014. Possui sete estabelecimentos vegetarianos e um total de aproximadamente mais 15 lugares com opções. Dá pra pegar umas boas dicas no blog Distrito Vegetal também. Ah, e o restaurante universitário da UNB oferece sempre opção vegetariana no cardápio.
Pastel de palmito. Imagem ilustrativa.

6. Florianópolis

A cidade tem dois restaurantes veganos, seis vegetarianos e um total de aproximadamente 11 lugares com opções voltadas para vegetarianos no cardápio.

Strogonoff de cogumelos do Integral Orgânico. Foto: Aventure-se.

7. Salvador

 
Tem o Rango Vegan como único restaurante vegano da cidade, três restaurantes vegetarianos e aproximadamente dez lugares com opções no cardápio. No vegetariano Health Valley Brasil, o dono é de Gana, tem comida africana e moqueca de maxixe para saborear.
Moqueca vegana. Imagem ilustrativa.

8. Recife

Muita tapioca, cuscuz no leite de coco, inhame cozido e suco de caju são típicos de Recife. Mas você também encontra nos restaurantes vegetarianos de lá, pratos com carne de jaca que é uma delícia. Recife não tem restaurante vegano e dois vegetarianos (Cantina vegetariana e O vegetariano). Mas há aproximadamente mais 10 lugares com ótimas opções veganas, como o Papaya Verde e o japonês Yohei. Os recifenses sabem cozinhar!

Veja 16 lugares com comida vegana que descobrimos em Recife.

9. Campinas

Campinas conta com um dois restaurantes veganos (Vegetalle e o novo Ala Verde), quatro vegetarianos e uma rotissaria vegana (VegVida).

Torta de legumes e palmito do Vegetalle

10. Belo Horizonte

Tem um novo e único restaurante vegano (Cafe com Gentileza), seis restaurantes vegetarianos, um carrinho de lanches vegano (Carro Vegano) e aproximadamente sete estabelecimentos com opções no cardápio.

Hamburguer vegano do Carro de lanches vegetarianos BH

Atualizado em 27/01/15

VEJA TAMBÉM:
Os 10 melhores destinos do mundo para vegetarianos.
Veja 5 pratos típicos veganos do Brasil.

Conheça 6 food trucks vegano no Brasil e Chile.

As 10 melhores cidades do mundo para vegetarianos

Se você é ou conhece algum vegetariano ou vegano, sabe como é a eterna caçada por alimentação na rua. Em viagens, isso se torna um desafio a ser desvendado e superado, mas a conquista é prazerosa.
Em muitos lugares há uma cultura gastronômica baseada na carne de certos animais, mas isso não quer dizer que não haja uma forte inserção e crescimento do vegetarianismo.  O Brasil está nesse caminho, e é isso que estamos registrando nos nossos relatos de viagens no Vegetariando Por Aí. Mas em alguns lugares, podemos chegar o mais próximo de sentir que o mundo se tornou mais vegano, daí relaxar e curtir.
Essa lista trás as 10 cidades com mais restaurantes veganos e vegetarianos listadas no site Happy Cow, que é uma plataforma referência em cadastro e consulta de restaurantes veggies no mundo. São cidades com centenas de lugares vegetarianos, como restaurantes, lanchonetes, cafés, mercados, padarias, carrinhos de comida de rua, etc. Isso, centenas em cada cidade. É para se esbaldar e engordar sem esforço.
 .
1. Los Angeles
Cidade que mais possui restaurantes vegetarianos ou com opções. No melhor estilo de comida americada, encontra-se de hamburguer de cogumelos a panquecas veganas. Mas há uma variedade grande de cozinhas internacionais, principalmente a mexicana e chinesa.
Dica: Tem comida de rua em caminhões como o Yalla Truck – Food Truck que vende sanduíches de faláfel; café da manhã com burritos e panquecas no The Vegan Joint; o moderno Dr. J’s Vibrant Cafe, comida americana no Flore, pizzas com queijos vegetais no Cruzer Pizza, o japonês Shojin e o espaçoso Native Foods.
Oklahoma Bacon Cheeseburger feito com bacon e queijo vegetais. Native Foods Foto: The naked kitchen
2. Nova York
A grande maça é a cidade com mais restaurantes 100% veganos e a predileta dos vegetarianos. Lá a oferta é bem diversificada, tendo opções de comida de rua a gourmet, de restaurante crudívoros (raw food) a fast foods, cozinhas internacionais, cafés, bistros e padarias.
Dica: Tem sushis veganos no The Green Roll, o Candle 79 frequentado pelo Paul McCartney, o elegante Blossom, a padaria de luxo Vegan Divas da brasileira Fernanda Capobianco, que tem como clientes Madonna e Alicia Silverstone; o famoso Angelica Kitchen, o sofisticado wine bar V Note, com petiscos e jantar, o Franchia Vegan Cafe com estilo coreano e moderno e um dos mais populares de Nova York, o HanGawi. Além disso, tem a tempos redes mundiais que só chegaram ao Brasil (diga-se São Paulo) nos últimos anos, como o Loving Hut e o Maoz.
The Green Roll Foto: divulgação
3. Cingapura 
Cingapura é uma pequena, multicultural e próspera cidade-estado em uma ilha asiática. Tem muitos pratos baseados na culinária chinesa e hindu. Sem contar que também está bem próxima de Kuala Lumpur na Malásia, outra cidade com centenas de lugares vegetarianos.
Dica: Tem comida típica local no Veggie Cottage, o Zhen Fut Sai Kai que está a mais de 50 anos aberto, o Rice House, noodles no Vegetarian Era e hamburgueres de soja, ervas, cogumelos e tofu no Greenzilla e no Veganburg – The Grandstand.
Veggie Cottage Foto: city nomads
4. Londres
Londres já ganhou uma nomeação em 2009 de cidade mais vegetariana do mundo, pelas suas inúmeras opções de cozinhas, restaurantes e alimentos veganos disponíveis no mercado. É lá também onde foi fundada ainda no século 19 a primeira Sociedade Vegana.
Dica: Tem comida japonesa no Itadaki-Zen, comida típica local no Manna Cuisine (aberto desde 1966),  a van Rupert’s Street que vende comida vegana em frente ao Camden Lock Market e o sofisticado Raw.
Manna Cuisine Foto: Tryum
5. Portland
Além de ser uma das melhores cidades para morar e com políticas públicas ecológicas, Portland é a cidade com mais vegetarianos nos EUA. Diz ser a Meca vegana, com muitos restaurantes, cafés e mercados voltados para esse público. Lá não se passa fome e com uma caminhada você encontra lugares vegetarianos com facilidade.
Dica: Tem a mercearia vegana Food Fight  no Vegan mini-mall, churrasco com defumados do Home Grown Smoker, o pub vegano The Bye and Bye, a comida de rua com pizzas do Vegtalista – Food Cart e o Sweet Lemon Vegan Bistro com comida vietnamita.
Home Grow Smoker Foto: Vegan in brighton
6. São Francisco
São Francisco é uma cidade de clima e mobilidade agradável. Também possui mais de duzentos restaurantes vegetarianos, incluindo os da moda. Além disso possui muitos cafés e lojas de produtos veganos.
Dica: Tem o gourmet Millennium, o mexicano e orgânico Gracias Madre, o contemporâneo Herbivore e o japonês Cha Ya.
Cha Ya Foto: Never Ending Voyage
7. Berlim
Segundo o canal alemão DW, o veganismo teve um crescimento de 800% na Alemanha nos últimos 3 anos. Fica em Berlim a primeira rede de supermercados veganos da Europa, chamada Veganz. Além de muitos estabelecimentos vegetarianos, muitos cafés e restaurantes da cidade possuem opções veganas no cardápio.
Dica: Tem o gourmet e criativo Lucky Leek, o cocktail bar Chaostheorie, a cozinha francesa do Ohlala, o bem indicado La Mano Verde, a cozinha italiana do Mio Matto e se quiser hamburguer, tem o Sun Day Burgers.
Super mercado vegano em Berlim Foto: Divulgação
8. Toronto
Toronto é uma das cidades mais multiculturais do mundo, das mais seguras e a mais populosa do Canadá.
Dica: Dentre os mais de cem restaurantes vegetarianos da cidade, tem comida chinesa no Buddha’s Vegetarian Foods, a cooperativa universitária Hot Yam!, comida latina no Hot Beans, além do Hibiscus, One Love Vegetarian, Live Organic Food Bar e Urban herbivore.
Sopa, salada e crepe no Hibiscus Foto: veg.ca
9. Tóquio
Tóquio é a segunda cidade com mais restaurantes veganos, só perdendo para Nova York. Alguns pelo estilo macrobiótico, outros por diversas outras razões, a oferta é bem variada. .
Dica: A diversidade se expressa ao encontrar o Ain Soph Ginza, sorvete vegano no bar Point, pizza e falafel no Cafe Rappa, comida japonesa no Tsubu Tsubu Cafe, hamburguer no Hanada Rosso, o salão de chá Salon de Nanadecor, o inglês Brown Rice Cafe, o italiano Buona Tsubu Tsubu, o típico Nagi Shokudo, o curioso Olu Olu Cafe que tem temática havaiana, mas cardápio japonês; e os tradicionais lamen  no T’s Tantan.
T’s Tantan Foto: Divulgação
10. Bangkok
Com palácios e templos budistas, bangkok é a capital e cidade mais populosa da Tailândia.
Dica: Tem comida típica no Vegan Thai Food Stalls, no Kran Boom Modern Thai ou no Bann Suan Pai. O Bonita Cafe and Social Club, é um cafe vegano em estilo americano, com decoração linda, e pratos tailandeses e americanos como hot dog vegano.
Cogumelos grelhados do Baan Suan Foto: Divulgação
EXTRA. Palitana
Palitana fica na Índia e se tornou a primeira cidade vegetariana do mundo! Saiba mais.
.
.
Texto escrito pelo Vegetariando por Aí e cedido ao Nômades Digitais, onde foi originalmente postado.

Conheça 11 hospedagens vegetarianas no Brasil

Quando planejamos uma viagem o que não pode deixar passar, além dos pontos turísticos, são os restaurantes vegetarianos e veganos mais próximos. Aqui nós damos 15 dicas para esse planejamento. Mas quem lembra de procurar por hotéis  vegetarianos e veganos? Sim, pois eles existem e esse pode ser um critério de escolha, além do custo-benefício, conforto, wi fi e localização. Há alguns sites da internet que ajudam a achar por hotéis assim, mas no Brasil ainda são poucos. O Vegetariando Por Aí fez então uma lista com 10 hospedagens vegetarianas no Brasil. A maioria é lactovegetariana, então avise sobre ser vegano no ato da reserva para que ofereçam opções.

Veja abaixo:

.

1. Vila Açu em  Petrópolis – RJ

Veja nossas descobertas veganas em Petrópolis.

Site: http://vilaacu.com.br/acu/vida-acu

.

2. Pousada Rural Marabú em Rolândia – PR

Eles também fazem deliciosas geléias e patês orgânicos. Tivemos a sorte de encontrar e comprar quando estávamos em Curitiba no Vegfest.

Foto: Rota do Café paraná

Site: www.chacaramarabu.com.br

.

3. Hotel Solar D’Alcina em Paraty – RJ

Veja nossas descobertas veganas em Paraty.

Vista. Foto: Débora Moreira

Site: http://www.solardalcina.com.br/

.

4. Hotel Ponto de Luz em Joanópolis – SP

E se você passar pela capital, veja as dicas da nossa viagem a São Paulo.

Chalé.

Site: http://www.hotelpontodeluz.com.br/

.

5. Krishna Shakti Ashram em Campos do Jordão – SP

Site: http://www.ashram.com.br/

.

6. Canto dos pássaros em São Francisco Xavier – SP

Site: http://www.cantodospassarossfx.com/

.

7. Itacupa em Fortaleza – Ce

Uau!!! A única vegana raw. Atende a muitos atletas europeus e tem aulas de surf.

Saber mais: http://vista-se.com.br/fortaleza-tem-pousada-vegana-pe-na-areia-com-precos-baixos/

.

8. Praia do Rosa – SC (NOVA!)

A primeira pousada vegana do sul do país! Além disso, a Pousada Rosa Verde é pet friendly. rosa verde 3 .Saiba mais aqui

.

9. Rio de Janeiro – RJ

Bed & Breakfast com café da manhã vegano em Santa Teresa.

santa teresaSaiba mais aqui.

.

10. Tiradentes – MG

Aluguel de suítes com vibe vegetariana, horta e gatos. ❤

suites tiradentes

Saiba mais aqui. Facebook.

.

11. Reserva Ecológica Caraívas em Pirenópolis – GO

caraivas

Saiba mais aqui.

.

Nós estamos querendo muito conhecer cada um, e vocês? Que sensação boa deve ser descer para tomar um café da manhã vegano. Sem contar o que achamos muito importante, que é fomentar empreendimentos que tem como política não explorar animais e que devem ser apoiados para se manterem e crescerem. Além disso, ter o suporte de uma equipe especializada, poderá oferecer diversas dicas de lugares vegetarianos e veganos na cidade.

Sites ajudam a procurar por hotéis vegetarianos e veganos

Lanche no hotel vegetariano Solimago na Itália

Quando planejamos uma viagem o que não pode deixar passar, além dos pontos turísticos, são os restaurantes vegetarianos e veganos mais próximos. Mas quem lembra de procurar por hotéis  vegetarianos e veganos? Sim, pois eles existem e esse pode ser um critério de escolha, além do custo-benefício, conforto, wi fi e localização.

O Veggie Hotels é uma plataforma que reúne hospedagens vegetarianas e veganas pelo mundo. Foi criada em 2011 na Alemanha pelos jornalistas de turismo Thomas e Karen Kleins, e pelo especialista em TI, Peter Haunert. Em “Busca Detalhada”, pode-se escolher por hotéis 100% veganos.

Ainda não são fáceis de encontrar (a não ser que você esteja na Europa, claro), e muitos assim são denominados por serem spas relacionados a yoga e comida natural. Mas vale sempre dar uma pesquisada antes, porque “vai que”, né.

Já nessa página do Hostels Bookers, mostra diversos hostels pelo mundo que fazem questão de agradar os viajantes vegetarianos e veganos.

Que sensação boa deve ser descer para tomar um café da manhã com uma variedade enorme e completa de alimentos veganos e quem sabe um restaurante. Sem contar o que achamos super importante, que é fomentar empreendimentos que tem como política não explorar animais e que devem ser apoiados para se manterem e crescerem. Além disso, ter o suporte de uma equipe especializada, poderá oferecer diversas dicas de lugares vegetarianos e veganos na cidade.

Faça sua pesquisa: http://www.veggie-hotels.de/

Veja também: O que é um Passaporte Vegano, a agência de viagem vegana e Apps que todos vegetarianos deveriam ter no celular.

5 destinos incríveis para aproveitar o outono e inverno no Brasil

1. Petrópolis – RJ
Petrópolis fica na região serrana fluminense, e tem aquele ar colonial e europeu pelas ruas. Tanto pela família real portuguesa que morou por lá (tem o Palácio Imperial onde morou Don Pedro II e a casa da princesa Isabel), quanto pela colônia alemã. É um dos nossos destinos favoritos, e aqui relatamos nosso roteiro de passeios e descobertas veganas por lá. Apenas o que nos entristece ver por lá, são os cavalos explorados em charretes para turismo.
2. Paraty – RJ
Paraty é convidativa em todas as estações do ano! Tem praias e um centro histórico impecável. No inverno tem festivais de música, pinga e a famosa FLIP. A vida noturna é charmosa, tem ótimas opções de gastronomia vegana como a moqueca de banana da terra com pimenta (mais dicas aqui), e no frio se esquente com as degustações de cachaças fabricadas lá, como a Gabriela, feita com cravo e canela. O único ponto ruim são os cavalos escravizados nas charretes.
3. Curitiba – PR
É uma cidade linda, com muitos parques, praças e araucárias. Fizemos duas visitas a cidade, que possui muitas opções veganas diversificadas. De carrocinha de cachorro quente, passando por cantina italiana, restaurante indiano, fast foods, lojinha, a inclusive pra quem sai a noite. Tudo vegano. Veja aqui.
Foto: Cido Marques
4. Gramado e Canela – RS
Quem vai em uma, automaticamente visita a outra já que estão a apenas 9km de distância. Muito frio, chá, chocolate, plátanos pelo chão, passeio de maria fumaça, vinícolas (incluindo a Miolo), romance, aquele ar europeu e muito mais.
Observação sobre hotel em Gramado aqui.

5. Ouro Preto – MG

Cheia de ladeiras, igrejas e construções históricas. Durante a semana santa são realizadas missas em diferentes igrejas, procissões, concertos musicais e tapetes florais coloridos.

VEJA TAMBÉM: Saiba escolher vinhos veganos.

Imagine uma agência de turismo vegana

Foto: VegVoyages
A agência Vegvoyages está sediada nos EUA, e nasceu para facilitar a vida aos vegetarianos e vegans que gostam de viajar, e querem se poupar de toda aquela busca por opções veganas. Bom, nós adoramos essa busca, mas é claro que deve ser bem interessante apenas relaxar e poder desfrutar de tudo sem preocupações, incluindo a de ser levado para um passeio que explora animais para turismo de alguma forma. E de quebra conhecer veganos de diversos países! Mais um plus é estar aquecendo uma economia com valores da cultura de paz.
O compromisso apresentado pela empresa é fornecer refeições completas e adequadas a este tipo de alimentação durante toda a viagem, providenciando ao mesmo tempo um conjunto de atividades, com preços ao nível de qualquer agência de viagens.
Neste momento estão ao dispor sete circuitos na Índia, um no Laos e outro na Malásia. A agência pretende aproximar os participantes da cultura local, e para isso recorre a programas com pequenos grupos, e atividades apoiadas na população local, como aulas de cozinha tradicional vegetariana, ioga e espetáculos de música e dança, não descuidando, no entanto, as normais visitas a monumentos e locais históricos.

Os transportes vão das vans aos barcos, bicicletas e riquexós, e os alojamentos são adequados, com exclusão das grandes cadeias impessoais de hotéis. Excluídos dos preços ficam os voos, vistos e seguro de viagem.
A título informativo, a viagem mais barata neste momento é The Green Triangle, um circuito de sete dias na Índia, que fica por 773 € por pessoa. Na Malásia, o programa é de vinte dias, e no Laos de vinte e um, ficando ambos por 1.583 € por pessoa. Deu vontade, hein!

Para conhecer todos os detalhes dos programas visite o site da agência, em www.vegvoyages.com.

Fonte: Alma de viajante

Passaporte vegano

A leitura de rótulos faz parte do cotidiano dos veganos. Uma das grandes vantagens de aprender algumas palavras pode facilitar uma ida ao mercado local em viagens. Palavras como carne, peixe, leite, ovos, manteiga, frango, soro de leite, gordura animal, bacon, gelatina, podem ser cruciais para evitar algum ingrediente menos desejado.

Para quem pretende viajar, o Passaporte Vegano é uma boa opção, uma vez que tem a tradução para inúmeros idiomas. Se não puder comprar o passaporte vegano, uma pesquisa na internet pode ajudar a conhecer as palavras base. Se o alfabeto do país para onde vai viajar não é romano, escreve as palavras num papel, para que as consigas identificar.

O Passaporte Vegano foi criado pela Vegan Society, na Inglaterra, e possui traduções chave para 85 línguas. Alguns sites vendem para todo o mundo.

Fonte: http://www.sociedadevegan.com/

15 dicas para planejar um roteiro vegano na sua próxima viagem

Antes de chegar a um destino, há um caminho a percorrer. Todo mundo precisa planejar bem a sua viagem, até mesmo os mochileiros. O planejamento é uma fase muito gostosa, que nos faz sonhar cada vez mais em conhecer e viver tudo aquilo que vemos em nossas pesquisas, e descobrir mais do que esperávamos. Quando falamos de pessoas que fazem escolhas veganas, a viagem se torna ainda mais criteriosa, não podendo aceitar tudo de olhos fechados. E isso é um ponto legal, pois dificilmente aceitamos pacotes fechados, onde somos levados para onde todos vão, sem nem pensar direito o que estamos fazendo, porque estamos ali e se tinha algo além daquilo pra ir, fazer ou comer, como estar em um restaurante caro, cheio e barulhento. É um empoderamento.
.
Veja então algumas dicas do que fazemos para planejar nossas viagens e depois relatar para vocês aqui no Vegetariando por aí. Se você tiver outras dicas, compartilhe conosco nos comentários.
.
1. Pesquise a culinária local e selecione o melhor da riqueza vegetal que você não pode deixar de experimentar, como as frutas regionais. Além das releituras veganas de pratos típicos que alguns lugares costumam oferecer.
 .
2. Pesquise na internet se há restaurantes vegetarianos e veganos na cidade, e anote quais são. Sempre checamos no site Happy Cow.  É só inserir a cidade que deseja buscar restaurantes vegetarianos e vegans e ele mostra uma lista com endereço, descrição e review de quem foi lá. Além de ter um selo que discrimina se os restaurantes são veganos, ovolactos ou  com opções vegetarianas; além de lanchonetes naturais e lojas com produtos vegetarianos e orgânicos.
.
3. Procure se já existem relatos de viagem na cidade feito por blogueiros vegetarianos ou veganos. Essa é a melhor forma de obter dicas, pois diferente do Happy Cow que apenas informa a lista de restaurantes, nos blogs de viajantes haverá a descrição da experiência pessoal no local, fotos diferentes das comerciais e quais valem a pena. Informações mais completas e atualizadas. Além disso, haverá dicas de descobertas veganas “não oficiais”. Por essas e outras o Vegetariando por aí existe! 😉 Aqui temos uma lista de 15 blogueiros viajantes vegetarianos e veganos.
.
4. Marque no mapa turístico da cidade onde está o seu hotel e onde estão os restaurantes que você selecionou. Assim você terá uma melhor noção espacial para criar um itinerário de onde comer de acordo com os passeios.
 .
5. Baixe apps que mostram os restaurantes vegetarianos próximo ao local. Veja alguns aqui.
 .
6. Peça dicas em grupos e páginas de vegetarianos e veganos locais nas redes sociais. Geralmente são escritas como “Veganos Cariocas”, “Veganos do Rio de Janeiro” ou “Veganos RJ”, por exemplo. Também pesquise grupos de ativismo de direitos animais da cidade e entre em contato. Com sorte, podem até estar ocorrendo eventos e atividades especiais nos dias da sua visita e eles te informam tudo. Sem contar que já conhece pessoas da cidade!
 .
7. Não esqueça de criar uma reserva de lanchinhos rápidos durante as andanças e nas esperas do aeroporto ou rodoviária. Barras de cereais, castanhas, granola, bananada, paçoca e amendoins são grandes fontes de energia e ocupam pequenos espaços. Além de frutas como maça e pera.
Foto: gionutri.com.br

Foto: gionutri.com.br

8. Se você for fazer um voo internacional, há linhas aéreas que oferecem opções veganas nas refeições especiais. Mas esse serviço precisa ser solicitado com antecedência. Entre em contato com a empresa escolhida para saber se ela possui e agendar na compra. Saiba mais aqui.
 .
9. É claro que é um pouco frustrante às vezes não encontrar restaurante específico com pratos elaborados sem nada de origem animal. Mas quando isso acontecer, um restaurante com buffet tem opções simples que podem gerar um prato completo com grãos, legumes, massas de sêmola e uma rica salada. Basta usar a criatividade. Também procure pelos restaurantes indianos e árabes. É muito comum que nesses restaurantes haja pratos 100% vegetais tradicionais da própria culinária. Em Curitiba e Búzios comemos em árabe, e em Bonito caçamos os buffets que prezam pela variedade e não misturam carne e queijo em tudo.
 .

10. Entre em contato por e-mail com os locais mais indicados, mas que não tem opções declaradas, para saber se eles possuem opções veganos. Esse contato por escrito e com antecedência, dá mais espaço para que eles se informem melhor sobre a solicitação, perceba a demanda e até elaborem e incluam no cardápio pratos novos que sejam veganos. Isso tem ocorrido com cada vez mais frequência.

.

11.  Avise no hotel que você é vegetariano ou vegano. Há hotéis que se preocupam com isso, veja aqui. Ou procure por hotéis já voltados para o vegetarianismo. Essas plataformas te ajudam na procura.

.

12. Há quem prefira procurar hospedagem com cozinha a disposição do hóspede. Ou até mesmo alugar uma casa pra temporada; e assim poder fazer a própria comida. Não somos muito adeptos disso porque gostamos de bater perna procurando os lugares, sentar, sentir o local, reparar na decoração, descobrir as receitas deles, sentir o sabor dos pratos feitos pelos locais, etc. Mas falando em hospedagem, também há hotéis e pousadas que oferecem café da manhã vegano. Principalmente pousadas, geralmente pelos proprietários serem vegetarianos. Se você conhece alguma, nos conte. Aqui nós indicamos sete hospedagens vegetarianas no Brasil.

.

13.  Aprenda na língua local o que você não quer comer (carne, frango, peixe – sim, tem que distinguir, frutos do mar, leite, ovo, mel, gelatina, etc.), para poder tirar a dúvida no estabelecimento, se precisar. Nesse caso, é mais certo perguntar diretamente o que não quer, ou se pode tirar tal ingrediente, do que se o prato é vegetariano ou vegano. Muitos não vão saber o que são exatamente esses conceitos, ou responder automaticamente “sim” para tudo. Uma dica interessante é o Passaporte Vegano, que tem traduções chaves em 73 idiomas.

.

14. E como o veganismo não se restringe a parte de dieta, estude bem os pacotes, pontos turísticos e atividades antes, para não cair em alguma desagradável usando animais. Há lugares, principalmente no campo, que vendem a imagem de ecológicos e ambientais, mas usam animais para exploração turística, como mantê-los confinados e domesticados, isolados do ecossistema para expor, montar, passar na mão de turistas e tirar fotos. As vezes até fazer truques nada naturais. As fotos não transmitem o contato com a natureza, mas um ser com sua natureza roubada. Santuários e reservas ambientais que realmente existem para proteção animal, não os expõem a visitação e manuseio. Não financie isso. Se você quer contato com animais, visite o habitat natural deles, e os veja vivendo para suas próprias razões, respeitando seus interesses e limites, com o mínimo de interferência.  Ótimos exemplos são os mergulhos, as piscinas naturais no nordeste, o buraco das araras em Bonito, a ilha pinguineira em Ushuaia, etc. A beleza de um animal está em sua liberdade. Veja aqui a cartilha de Turismo Responsável da Ong FAADA.
 .
15. Baixe o jogo Run Cow Run. Boa dica pra passar o tempo se a viagem for longa. hehe É bonito, divertido e viciante.
 .

Boa viagem! E nos conte suas descobertas!

“Da natureza nada se tira, a não ser fotos. Nada se deixa, a não ser pegadas. Nada se mata, a não ser o tempo. Nada se leva, a não ser recordações.”

Veja 18 blogs de viagem feitos por vegetarianos e veganos

Nós adoramos ver fotos e relatos pessoais de viagens! A gente se transporta para o lugar e se inspira a viver e conhecer cada vez mais. Quando estamos planejando uma viagem, sempre buscamos o máximo de informação antes sobre o lugar de destino, desde a história, cultura, pontos turísticos, e claro, quais opções veganas existem por lá.

Procurar se já existem relatos de viagem na cidade feito por vegetarianos ou veganos é a melhor forma de obter dicas, pois haverá a descrição da experiência pessoal no local, fotos diferentes das comerciais e quais valem a pena. Informações mais completas e atualizadas. Além disso, haverá dicas de descobertas veganas “não oficiais”.

Portanto, seguem abaixo dicas de blogs de vegetarianos e veganos viajantes que descobrimos ao longo do caminho. Mas não poderíamos deixar de incluir o nosso na lista também, claro! 😉

1. Vegetariando por aí
Criado para ser um registro das descobertas veganas durante viagens, formando roteiros especiais. O Vegetariando por aí é feito por um casal brasileiro com uma visão diferenciada de cada cidade, vivenciando e relatando não só a comida, mas a cultura e atividades do ponto de vista dos Direitos Animais. Há roteiros de cidades nas diferentes regiões brasileiras. http://www.vegporai.com/

Moqueca de banana da terra e pimenta dedo de moça em Paraty. Foto: Vegetariando por aí

2. Vegan Trip
Diário de viagem gastronômico (ou um guia de sobrevivência vegan para mochileiros). Feito por um casal vegano em viagem para Barcelona, Paris e Amsterdam.  https://www.facebook.com/vegantrip/

3. Heart of a Vagabond
Blog da Yara, uma portuguesa vegana que viaja sozinha por países da Ásia e Europa com o mínimo de recursos e muita independencia. Os destinos são mais alternativos, como Malásia, Índia, Nepal, Tailândia e Turquia. Mas também Reino Unido e Portugal. É escrito em inglês. http://www.heartofavagabond.com/
Em português: Um guia de viagens para vegetarianos http://www.umguiadeviagensparavegetarianos.com/

4. The Walking Vegan
Eles são brasileiros e estão com esse blog novinho escrito em inglês com dicas veganas pelo mundo, como Austrália, Fiji, Tailândia, Hong Kong e Nova Zelândia. http://walkingvegan.com/

Cogumelos enrolados em “bacon” vegano no Orange Café em Bangcoc. Foto: The Walking Vegan

5. Comedores de Paisagem
Ela é de Portugal, vegana e viaja sozinha, com preferência pelos lugares “fora do mapa”. Já veio para a América do Sul e tem relatos de lugares como Grécia, Madagascar, Moçambique, Paquistão, China ou mesmo Itália. As fotos são incríveis. http://www.comedoresdepaisagem.com

6. Will Travel for Vegan Food
Kristin é uma americana com uma missão pessoal: viajou de 2011 a 2013 os EUA, numa road trip, para comer em todos os restaurantes 100% veganos do país. Nada mal, hein. http://wtfveganfood.com/

7. Viaggiando
Ela se tornou vegetariana em 2008, por motivos éticos. Então nos relatos das viagens, pode-se encontrar o que e onde ela comeu. É uma mineira, formada em engenaria elétrica e que já passou por 57 cidades do Brasil, Bolívia, Chile, Camboja, Argentina, Caribe, Finlândia, Países Bálticos, Rússia, Suécia, Vietnã, Peru e Uruguai! http://www.viaggiando.com.br/

Opções vegetarianas em Pucón, Chile. Foto: Viaggiando.

8. Vegan Worl Trekker 
Americana viaja por todos os continentes mostrando muitas dicas de restaurantes veganos em cada lugar. Muito bom! http://www.veganworldtrekker.com/

9. Veggie Travels – The Hungry Vegan?
Anne-Marie é uma australiana que se apaixonou pelas Américas! Relata aventuras e desventuras de maneira bem informal e pessoal. Tem muitas dicas. http://veggietravels.blogspot.com.br/

10. Never Ending Voyage
Casal de ingleses, nômades digitais e vegetarianos, venderam tudo o que tinham e viajam pela Ásia, Pacífico Sul, Austrália e EUA. Eles exploram o nosso maravilhoso mundo selvagem e estranho, tentando encontrar a melhor comida vegetariana que ele tem para oferecer. http://www.neverendingvoyage.com/

11. Viagem Vegana
Mais direto, impossível. Dicas veganas no Atacama, Peru e Londres. http://viagemvegana.blogspot.com.br/

No Atacama. Foto: Viagem Vegana

12. Am I nearly there yet?
Tá aí, esse está entre os blogs que o foco é a viagem, mas não o veganismo. No entanto, do casal inglês que viaja o mundo desde 2011, a Eloise é vegana e dá algumas dicas de comida vegana, tipo, em Laos. Sabe onde fica? rs http://aminearlythereyet.com/

13. Aventure-se
O blog não é sobre dicas de culinária. É mais voltado para dicas de viagem de modo geral, mas o casal é vegetariano, então você pode encontrar alguma dica gastronômica interessante. O ponto de partida deles em Belo Horizonte e tem destinos como interior de São Paulo, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Florianópolis, … http://aventure-se.com/

14. Miscelânea Milanesa
As descobertas de uma vegana brasileira em Milão (e uma viagem pela Itália). http://www.miscelaneamilanesa.wordpress.com

Ah, a Toscana… Foto: Miscelânea Milanesa
15. Vegan Miam
Humm em português, Yamy em inglês, Miam em francês. Mas o casal blogueiro é de Oregon, e viajam o mundo para descobrir cada vez mais da gastronomia vegana. Dos continentes, só não passaram pela África ainda. O objetivo do blog são as comidas veganas em cada viagem.Tem México, Colômbia, Alemanha, Hungria, Nova Zelândia, Coréia do Sul, etc. Os dois são fotógrafos, então fique sabendo que as fotos são espetaculares. http://veganmiam.com/

16. Vegan Backpacker
Jill e John são canadenses e viajam o mundo desde 2010 relatando as descobertas veganas. Já deram uma rápida passada pelo Brasil, e também pelo Egito, Canadá, EUA, Londres, Irlanda, República Checa, Bélgica, etc.  http://veganbackpacker.com/

17. Natrilhas

Relata as experiências da Carina, que é vegetariana, bailarina e adora montanhismo. Não foca em alimentação, mas você pode entrar em contato para pegar umas dicas sobre como ela se virou. Tem Chapada Diamantina, Serra da Canastra, Bolívia e outros. http://www.natrilhas.com.br/
.
18. Vegan 4 You
Um casal vegano de São Paulo, criadores também do app SPveg, viajam e compartilham dicas de restaurantes. No site tem Buenos Aires, Kuala Lampur e outros. http://www.vegan4you.com.br/

Escrito por: Vegetariando Por Aí