Descubra Ica, um destino incrível no Peru, com oásis, pinguins e comida vegan (Parte 1 de 3)

Vamos começar um relato de 3 partes da mais incrível viagem que fizemos. O destino é o Peru. Planejar uma viagem independente para o Peru não foi fácil. Os serviços de lá não respondem direito, e por frustração nossa, nem os grupos de direitos animais que entramos em contato. Por isso, quem tiver dúvidas e querer conversar, pode entrar em contato conosco pelo e-mail vegporai@gmail.com. Nesse artigo falaremos de Ica, cidade ao sul do país, terra do sol e do Pisco. Tentaremos dar o máximo de informações norteadoras.

IMG_20150402_152517663

Fomos de Lima para Ica de ônibus. Escolhemos a empresa Cruz Del Sur, que é a mais indicada, e compramos as passagens antecipadamente pelo site. São 6 horas de viagem até lá, por isso compre os acentos VIP para ir de forma mais confortável nesse longo tempo. No ônibus tem wifi e tela com jogos, música e filmes. Mas não espere que funcionem sempre.

Na compra dos boletos dá pra escolher opção de alimentação vegetariana que é oferecida no ônibus. Mandamos e-mail antes perguntando se era vegetariana estrita e não nos responderam. No dia, nos entregaram um pão com queijo. Péssimo, né. Não custava nada ter um arroz, uns legumes refogados, mix de amêndoas e frutas secas. A dica é comprar muitos pacotinhos de bananas chips que vendem nas barraquinhas de Lima nas ruas. É uma delícia! Prefira as de plástico transparente (sem ser as industrializadas) e que são cortadas no comprimento, não em rodelas.

IMG_20150401_144321674

IMG_20150401_142417791

Bananas, batatas de vários tipos, milhos, amendoins… Ai, ai…

Se você for fazer os passeios de Paracas, pode ficar no primeiro dia lá, que é uma hora e meia antes de Ica, e não precisará gastar esse tempo de volta para visitar as ilhas e reserva. Nós preferimos ficar só em Ica para não ter que trocar mais de hotel.
Nós amamos Ica e Paracas! Um lugar cheio de personalidade, acolhedor, divertido e com ótimo clima.

O QUE FIZEMOS?
– Passeio de observação de animais nas Islas Ballestas
Na primeira manhã, fomos à Paracas, que fica a uma hora e meia de Ica. Lá pegamos um barco para um passeio de observação dos animais que vivem nas Islas Ballestas, que é uma reserva ambiental e tem até um guardião que mora lá sozinho por meses para assegurar a paz dos animais. É encantador ver os animais em liberdade no seu próprio habitat, mantendo suas relações naturais com seu grupo familiar. Pinguins, aves marinhas, leões marinhos… Muitos filhotes de leões marinhos aprendendo a nadar. O guia reforça que é preciso respeitá-los, que lá é o lar deles, então silêncio e o mínimo de interação é imperativo. Nada de mergulhar, ficar chamando ou chegar muito perto. É uma experiência espontânea, natural, e por isso única e inigualável.

Veja nossa opinião sobre a domesticação de animais silvestres e exóticos para uso como atração turística nesse texto de uma turismóloga aqui.

Pinguins Peru Islas Ballestas

Pinguins.

leões marinhos islas ballestras

Leões marinhos.

DSCF5602

Muitos leões marinhos.

DSCF5597

– Caminhada no deserto e praias da Reserva de Paracas
A paisagem do lugar é deslumbrante. É muito interessante estar num lugar que tem praia e deserto se encontrando. O guia nos contou porque não chove em Paracas e como a imagem do castiçal (ou cacto) que vimos na Isla Ballesta se mantém intacta. Mas esse é um mistério que só descobre quem estiver lá. hihi Para fechar, ainda avistamos um grupo de golfinhos brincando livres e selvagens no litoral!

playa roja peru

playa roja peru paracas

IMG_20150402_105714643

– Relaxar na Lagoa de Huacachina
Deu tempo de fazermos esses dois passeios em Paracas e voltarmos à Ica para almoçar. Depois fomos a Lagoa de Huacachina que é um oásis no meio das dunas do deserto. Visto de cima das dunas é uma das paisagens mais impressionantes da America do Sul.

IMG_20150402_153546

Assim fica fácil pegar coco!

Lagoa de Huacachina

IMG_20150402_153052237

Como não amar esse lugar?!

IMG_20150402_153146837

IMG_20150402_153740413

– Rota do Pisco
Ica é a cidade do Pisco. Há bodegas antigas e tradicionais onde visitamos, nos foi apresentado o processo de produção, as estalações e claro, degustações. Na degustação é preciso ficar atento se oferecem alguma bebida preparada com leite ou o Pisco Sour, que tem clara de ovo. Daí se preferir, pode provar novamente alguma outra, como o Pisco Sour semi preparado, que é de pisco com limão.

11112582_10205366851709239_6126584183229891122_n

– Buggy nas dunas e sandboard
Antes de almoçar (não coma antes!) fomos aos buggys. Ele entra no deserto e corre subindo e descendo pelas dunas. É muito divertido e com um visual lindo da cidade e do oásis lá embaixo. Depois ele disponibiliza as pranchas para sandboarding. Quem tem alguma experiência pode arriscar descer em pé. O Tiago arriscou e adorou. Quem não quer arriscar, pode descer deitado na prancha, mas ainda assim, é numa duna íngrime e a prancha pega uma boa velocidade. É bom demais.

DSCF5734

DSCF5722

ica 5]

paracas 6

Confira o nosso vídeo com os melhores momentos em Ica =)

O QUE COMEMOS?
No Peru se come muito bem. A comida é barata (na verdade, preço justo, diferente dos preços surreais daqui) e abundante. Geralmente se come pelo menu do dia, que pode incluir salada, sopa e prato principal.

.
– El paraidiso
Ica tem um restaurante vegetariano bem no centro. O menu é ovolactovegetariano, com 4 opções de pratos principais, então pergunte quais são os veganos. De entrada tem salada e uma sopa. Enorme!
Por pessoa: 12 soles.

IMG_20150402_140833198

IMG_20150402_142658218

Arroz e carne de glúten no molho com abacaxi (piña) e batata.

el vegetariano

– Desert Nights
Em Huacachina, o oásis no meio do deserto, tem muitos bares e restaurantes. Vários deles oferecem pratos vegetarianos. A maioria com lácteos, mas dá pra encontrar algo vegano. E vem sempre em grandes proporções.
Por pessoa: 22 soles.

IMG_20150403_134134245

O ponto alto desse prato são os aspargos.

– Dentre as bebidas típicas estão a Chica Morada, que é um suco de milho roxo da região, o refrigerante Inka Cola, que é amarelo, com gosto leve e doce, e o mais consumido no Peru, e a cerveja Cusquenha, que é vegan friendly de acordo com o site Barnivore. Lá eles não costumam beber gelado como no Brasil.

IMG_20150403_130954249

IMG_20150402_124740930

IMG_20150402_162859128

O QUE FALTOU?
– Las brujas de Cachiche: bairro místico há 10 minutos do centro de Ica.
– Museu Regional de Ica

DICAS:
– No Peru os taxis não tem taximetro. Os valores são acordados. Sempre tenha em mente a distância de quanto quer percorrer e pergunte o valor antes de entrar no carro. O motorista vai dar um valor pra cima, e você pede para abaixar para tanto. Ele vai aceitar ou dar um novo valor intermediário. Dizem que o transporte público é caótico, então prefira os taxis, que são mais baratos que no Brasil. O trânsito também é bem caótico, então pense bem antes de alugar um carro.
– No Peru cada empresa de ônibus tem sua própria rodoviária.
– Ficamos 2 dias inteiros em Ica. Ficaríamos 3 dias.
– Evite ir a Huacachina em feriado ou final de semana. Fica com engarrafamento para entrar e sair, e uma guerra espartana para conseguir um taxi para sair de lá.
– O buggy com sandboard compramos direto lá.

SERVIÇOS:
– Cruz del Sur http://www.cruzdelsur.com.pe/
– Hospedaje Dulce Estancia http://www.hoteldulceestancia.com.pe/
– Nazca Flights http://www.nazcaflights.com
– El Paraidiso – Calle Loreto, Ica, Peru

Agora voltaremos para Lima, e aproveitar muitos dos restaurantes vegetarianos de lá. Veja o roteiro vegano de Lima aqui. E depois iremos para Cusco (veja aqui)! Para acompanhar, procure pelas hashtags #VeganIncaTrip e #vegporai. Ou na nossa página no facebook.

Fotos: http://www.vegporai.com

Mais fotos no instagram.

Anúncios

5 comentários sobre “Descubra Ica, um destino incrível no Peru, com oásis, pinguins e comida vegan (Parte 1 de 3)

  1. Obrigada por compartilhar as dicas, são sempre preciosas! As fotos ficaram lindíssimas, dá para sentir a alegria de vocês, estavam iluminados! ❤

  2. Pingback: Dicas de Lima no Peru para quem gosta de história, esportes e veganismo (Parte 2 de 3) | Vegetariando por Aí

  3. Pingback: Um roteiro de viagem para uma Cusco mais vegetariana do que se imagina | Vegetariando por Aí

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s