5 sushis veganos que encontramos por aí

Quando alguém se torna vegetariano ou vegano, logo perguntam “mas nem peixe?!”, ou mais especificamente se você não vai mais comer comida japonesa. O que muita gente ainda não sabe é que dá para fazer muita coisa sem peixe na culinária japonesa. Além disso, os sabores marcantes dessa cozinha estão no arroz tipicamente temperado, na alga (que tem o “gosto de mar”), no shoyo e no tofu. E com eles dá pra fazer combinações maravilhosas com legumes, frutas e cogumelos.

A Dani sempre gostou muito de comida japonesa, e quando ela parou de comer animais há 9 anos atrás, não sabia sobre poder fazer essas criações. E na época nem era tão popular assim. Ficou um bom tempo com saudades (e vontade) daquele gosto, que na verdade era da alga em combinação com o arroz. A primeira vez que descobriu que havia sushis veganos e provou, foi no Tempeh, no Rio de Janeiro. Foi uma redescoberta incrível. Na verdade o segredo é que veganismo é um processo de desconstrução e reconstrução.

Muitos restaurantes já possuem no cardápio os combinados veganos. O NagasakiYa em Santos, tem um menu especial vegano. Alguns deliverys são específicos de sushis veganos, como o Sushi da Bia e o Prana Sushi Veg. Em muitos restaurantes vegetarianos com buffet, também disponibilizam enrolados. E é muito fácil e divertido fazer em casa também!

Vale lembrar que não comer peixes, além de evitar a ingestão de mercúrio, também o posiciona contra a morte de uma quantidade imensurável desses animais por asfixia, além da morte de milhões de golfinhos, tartarugas, focas e outros animais marinhos como consequência das redes usadas pra pesca no mar, que não seleciona os animais presos nela.

Para saber mais sobre cada lugar, basta clicar na cidade:

1. Em Recife.

Esse restaurante tem n cardápio o combinado vegano. É delicioso demais. Shitakes, manga, pepino,tofu,…

2. Em Nova York.

Esse é o único da lista do qual não fomos. AINDA. Mas em NY tem um restaurante japonês 100% vegano, e isso é tão legal que tínhamos que citar aqui.

3. Em Buenos Aires.

Em BsAs pedimos esses enrolados que no cardápio estava descrito que era de abacate, cenoura, shimeji, pepino e kani (carne de peixe processada imitando sabor de caranguejo). Então apenas pedimos para fazerem sem kani.

4. Em Petrópolis.

Esse foi bem completo. Novamente, procuramos no cardápio o enrolado com mais variedade vegetal e com cogulemos, e se tivesse algo de peixe, que no caso era o kani, bastou pedir para fazerem sem. Os enrolados de cima são os tradicionais kappamakis, que são só de pepino, e geralmente já tem em qualquer cardápio japonês. De entrada foi o tradicional  e delicioso missoshiro (Sempre perguntamos antes se não usam caldo de peixe antes, e não costumam usar mesmo). Também tinha shitake e shimeji na manteiga, então pedimos para trocar por azeite.

5. Em casa.

Ano passado compramos a esteira, as algas, o arroz próprio. Aprendemos a preparar o arroz no Presunto Vegetariano. Nesses, usamos shitake, cenoura, manga e pepino. sushi vegan vegporai

E você? Costuma comer sushi vegano? Onde é seu japa veg predileto? Prefere comidas típicas do Brasil?

Veja aqui as releituras veganas de 5 pratos brasileiros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s